DEUS VULT

1.- Em 1009 o Islã Sírio decretou o saque de Jerusalém e a destruição do Santo Sepulcro. Em 1079 o Imperador bizantino Alexis foi derrotado pelos Turcos. Os imperadores de Constantinopla (antes Bizâncio) eram há séculos os protetores da Terra Santa. Nessa época a Igreja de Roma sofria de precariedade institucional. O Papa Gregório VII lutava contra o poder laico do Imperador Henrique IV quando foi confrontado com o pedido de Alexis na luta contra os turcos e então procurou organizar uma expedição militar de ajuda, mas morreu em 1085 sem concretizar a missão. Entretanto, o Papa Urbano II, grande diplomata, em 21.11.1095, ao final do Concílio de Clairmont (França), reuniu o povo, nobres, militares e laicos para sensibilizá-los para se alistarem como tropas auxiliares do imperador bizantino. A multidão respondeu de maneira entusiástica imprevista e interrompia o discurso gritando “Deus o quer” (Deus Vult) Iniciavam as Cruzadas, fenômeno complexo de fé popular que envolveu a Europa. Alguns expoentes da classe militar abandonaram seu patrimônio dispostos a criar um laço indissolúvel com a Terra Santa. Entre estes, um cavaleiro do feudo de Troyes fez seu voto e uniu para sempre o seu destino a Jerusalém. Chamava-se HUGO DE PAYNS.


4 visualizações
 

Formulário de Inscrição

+5551993193125

Carangola, MG, Brasil

©2020 por OSMTH BRASIL. Orgulhosamente criado com Wix.com