IUSTITIA PRO ORDINE TEMPLI

É HORA DO PAPA FRANCISCO FAZER JUSTIÇA À ORDEM DO TEMPLO



No ano de 1307, no dia 13 de outubro, deu-se início à grande covardia cometida contra aqueles que sempre defenderam Nosso Senhor Jesus Cristo através da Igreja. Acreditávamos que estávamos lutando por uma causa justa, no entanto, o outro lado só desejava o poder e a glória, enquanto estávamos lutando pela honra e glória de Deus.

O Papa Clemente V, temendo por sua vida, mesmo sabendo que o rei da França Felipe IV, o Belo, era ganancioso e cruel e que só queria roubar os bens da Ordem do Templo, como Pilatos lavou as mãos e concedeu ao monarca as condições para trair a Ordem que tanto defendeu a igreja, e assim sendo, Felipe prendeu Jacques De Molay e diversos outros irmãos que acabariam sendo mortos nas masmorras e nas fogueiras.


O documento de Chinon, descoberto pela pesquisadora Barbara Frale nos arquivos secretos do Vaticano comprovam de forma veemente que os Templários eram inocentes e que tudo não passou de uma trama sórdida e cruel para roubar-lhes os bens.

Ainda hoje continuamos em busca da justiça, pois nunca perdemos a fé em Deus e acreditamos que o Papa Francisco fará justiça aos Templários, declarando publicamente que a Igreja cometeu um grande erro, pedindo desculpas pelo erro cometido, declarando a inocência dos Templários e restabelecendo o bom nome da Ordem e o seu serviço em favor do Cristo e da Igreja. Enquanto isso não acontece, nossas espadas continuarão desnudas, na luta pela justiça dos nossos irmãos mártires que morreram lutando pela honra e glória de Deus.


Non Nobis Domine, Non Nobis Sed Nomini Tuo da Gloriam.


Dom Albino Neves, 52º Grão-Mestre

OSMTH Magnum Magisterium

87 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo